Computação de Alto Desempenho e Tecnologia ATM

O QUE É ATM ?

É uma tecnologia de transmissão e comutação de informações que pode ser usada na transmissão de aplicações cuja natureza e requisitos de performance são distintos.
Sua utilização é possível em aplicações de tempo real (telefonia e vídeo) e também em transmissão de dados entre computadores, tanto em redes locais (LAN) como em redes abertas de longo alcance (WAN).
ATM é a acrossemia da expressão Asynchronous Transfer Mode (Modo de Transferência Assíncrona) e sua principal característica são células de tamanho fixo e muito pequenas (53 bytes).

ORIGEM  E  DESENVOLVIMENTO

Foi desenvolvida pelo Setor de Padronização em Telecomunicações da União Internacional de Telecomunicação ( ITU-T ) a partir da evolução da arquitetura de transmissão chamada ISDN (Rede Digital de Serviços Integrados). Esta arquitetura tem a função de integrar os diversos sistemas de comunicação em uma única tecnologia digital.
A tecnologia ISDN foi inicialmente desenvolvida para taxas de transmissão de até 2 Mbps. Posteriormente foi desenvolvida a tecnologia B-ISDN, de onde derivou o ATM (1992/1993), cujas taxas de transmissão chegam a 622 Mbps.

VANTAGENS DO ATM

O tamanho da célula é definido por um Fórum internacional, permitindo sua uniformização e uma arquitetura não proprietária.
Os comutadores ATM  (switches) são muito rápidos e mais baratos do que os roteadores, permitindo conexões orientadas em redes abertas, gerenciando e controlando o tráfego entre diversos circuitos, sem necessidade de roteamento, com possibilidade de redes com diversas mídias ( voz, vídeo e dados).

SÍNCRONO  VERSUS  ASSÍNCRONO

Modo Síncrono

O termo ``assíncrono" vem em oposição ao termo "síncrono" da tecnologia STM (Synchronous Transfer Mode).
Na tecnologia STM é utilizada a comutação (switching) dos circuitos com a alocação de banda fixa para os diversos circuitos. Como a demanda dos circuitos pode ser diferente, algumas bandas alocadas podem estar sendo sub-utilizadas.
No STM a divisão de bandas pode ser feita de duas maneiras: por divisão de tempo (TDM - Time Division Multiplexing) ou por divisão de freqüência (FDM - Frequency Division Multiplexing).

Modo Assíncrono

O Modo de Transferência Assíncrono (ATM), ao contrário, faz a comutação de pequenos pacotes, ou células, com alocação de largura de banda conforme a demanda.
Cada célula, com um pequeno tamanho fixo, é agrupada junto a outras células através de identificadores, atendendo assim a uma demanda determinada.
Esta alocação dinâmica da largura de banda, através de pequenas células, faz com que o ATM possa ser utilizado tanto em transmissão de dados como em aplicações de tempo real, como telefonia e vídeo.

continua

[1] [2] [3]
eXTReMe Tracker